Older blog entries for anderson (starting at number 109)

Google e Python

O Google usa muito Python, isso é um fato conhecido por todos, sendo que a empresa contratou até seu criador, o matemático Guido van Rossum. Uma discussão bastante interessante aconteceu na comp.lang.python esses dias, onde alguns desenvolvedores discutiram o quanto que Google utiliza Python em sua infra estrutura. É possível chegar a conclusões interessantes, segundo a discussão, quase todo o Youtube é feito em Python, tirando claro os servidores que são thttpd. A discussão completa em inglês pode ser encontrada aqui.

Syndicated 2007-09-25 10:50:11 from Christiano Anderson

Como criar CSS menores

Quando o arquivo de CSS está com aproximadamente 5Kb de tamanho, dificilmente alguém vai perceber uma certa lentidão ao abrir as páginas, agora quando o arquivo começa a ficar maior que 25Kb, a coisa começa a mudar e a lentidão começa a aparecer, principalmente para quem está em uma rede lenta ou utiliza um computado com pouca capacidade de processamento (o que faz o browser tomar mais tempo para renderizar a página).

Com dicas simples é possível reduzir bastante o tamanho do CSS, fazer o browser renderizar mais rápido e claro, tornar seu site mais eficiente. Esse artigo tem excelente dicas para isso.

Syndicated 2007-09-24 10:02:15 from Christiano Anderson

Gajim - um IM feito em Python

Conhecia o Gajim a algum tempo, mas nunca fui seu usuário porque na época o software apresentava alguns bugs e sempre preferi utilizar o Gaim (que agora se chama Pidgin).

Hoje eu estava olhando algumas aplicações desenvolvidas em PyGTK e me lembrei desse IM. Resolvi instalar e ver como estava. Aparentemente não teve muitos avanços visuais, desde a última vez que utilizei, mas como eu uso apenas Jabber, resolvi configurar minhas duas contas (Jabber.org e gmail) e testar um pouco. Visualmente falando, é mais atrativo que o Pidgin (pelo menos para mim),  mais simples de utilizar e também é muito leve.  Para quem utiliza outro IM que não seja o Jabber (como ICQ ou Yahoo Messenger), o Gajim pode ser um incoveniente, pois ele só suporta Jabber (XMPP). Mas o protocolo oferece um ‘transport’ para esses outros IM, isso depende do servidor que você esteja utilizando.

O Gajim oferece pacotes para a maioria das distribuições. No Ubuntu (e Debian), basta um aptitude install gajim.

Gajim

Syndicated 2007-09-23 13:53:20 from Christiano Anderson

Wordpress 2.3 na segunda-feira

Estou ansioso para o lançamento da versão 2.3 do Wordpress, que deverá acontecer na próxima segunda-feira segundo informações na internet e no próprio site do Wordpress.

Aproveitando o fato de estar insatisfeito com o meu tema do blog, vou aguardar o lançamento da nova versão para fazer a troca do mesmo, já que terá novos recursos que podem precisar de alterações no templates, então vou deixar para fazer tudo de uma vez e evitar retrabalhos. Talvez demore alguns dias para fazer a migração, mas estou ansioso para ver os novos recursos e novidades. :-)

Syndicated 2007-09-23 02:06:34 from Christiano Anderson

HomeOffice Organizado: Telefonia IP

Telefone IP

Quem trabalha em um HomeOffice sabe o quanto é importante separar a vida pessoal da profissional. Como já publiquei um artigo sobre o assunto, gostaria de compartilhar outra dica que pode ser util da mesma forma que foi a mim.

Procurando organizar o máximo possível, assinei uma linha de VoIP para usar exclusivamente em meu escritório. Até então tinha um grande incoveniente: O softphone. Para quem não sabe, o softphone é um programa que com o auxílio de um microfone e fone de ouvidos, é possível utilizar a linha VoIP fazendo e recebendo ligações. Escrevi um artigo de como configurar o Ekiga (um softphone livre) com um serviço de VoIP brasileiro.

O grande incoveniente de um softphone é o fato de depender do computador. Para receber ou fazer chamadas você precisa deixar o computador ligado o tempo todo. A qualidade da voz também é um problema incoveniente, as pessoas reclamavam que ouvia minha voz metálica. Tentei configurar o Ekiga de diversas formas, troquei o conjunto de fone e microfone, mas não resolveu muito.

A alternativa a um softphone para VoIP é um aparelhinho chamado ATA, que você conecta em sua rede local, pluga um telefone convencional nele e usa a sua linha VoIP em seu aparelho de telefone favorito, fazendo e recebendo ligações sem depender de seu computador. Resolvi procurar um ATA para mim pesquisei diversos modelos e não decidia qual comprar. Até que navegando pelo site das Americanas.com, descobri esse produto por uma pechincha de R$ 199,00. Fiquei na dúvida, pois a maioria dos ATAs que pesquisei estavam acima de R$ 300,00 e esse aparelho além de permitir o uso de duas centrais VoIP diferentes, tinha 4 portas de rede, wireless, firewall e outras coisinhas interessantes. Pelo preço barato e pela quantidade de recursos, qualquer um desconfia que pode ser enganação. Pesquisei em vários fóruns e só encontrei elogios para esse produto, o que me motivou a compra-lo.

Passado alguns dias, o aparelho chega até minha casa.  Desempacotei e fiz a devida instalação em minha rede, plugando o aparelho diretamente no cable modem e em seguida liguei o cabo de rede do meu computador em uma das portas do aparelho. Ao acessar a interface web, fiz as devidas configurações e em poucos minutos estava com minha rede interna funcionando, wireless e adivinhem: VoIP funcionando perfeitamente no meu aparelho de telefone. A minha operadora VoIP disponibiliza um documento explicando passo à passo como configurar esse aparelho e foi muito simples.

Resolveu o problema da voz metálica e a dependência de ter o computador ligado o tempo todo para poder conversar pela linha VoIP. Quando ligo para alguém, a qualidade é idêntica ao de um telefone comum, ninguém consegue notar que estou em uma linha VoIP.

Sem dúvidas foi uma aquisição que resolveu vários problemas, e além do VoIP, ganhei um switch de 4 portas e um wireless em minha rede. Tudo isso por uma pechincha de R$ 199,00.  E o melhor de tudo: consegui definitivamente separar o telefone particular do telefone que uso para contatos comerciais. Estou muito satisfeito com o produto! Se alguém procura o mesmo, aproveitem pois não sei até quando as Americanas.com vai manter essa promoção. O link está aqui.

Syndicated 2007-09-21 09:58:39 from Christiano Anderson

Lançado o GNOME 2.20

Conforme nota oficial, foi lançada a versão 2.20 do GNOME que inclui diversas melhorias e correções de bugs.

As novidades significativas estão no Evolution e seu calendário, Editor de Imagens e melhoria no suporte de internacionalização. Agora é torcer para que a nova versão do Ubuntu venha com o novo GNOME, já que existe um curto período de tempo dos desenvolvedores para empacota-lo até o deadline do Ubuntu.

Syndicated 2007-09-20 11:58:37 from Christiano Anderson

Livros técnicos gratuitos

Essa notícia reportada pelo Br-Linux é ótima! Aqueles que adoram livros técnicos (como eu) agora podem baixar gratuitamente alguns títulos da editora Apress. Os livros são meio antiguinhos, mas alguns conceitos de tecnologia não mudam, como o de Common Lisp, vale a pena conferir.

Referência.

Syndicated 2007-09-19 23:48:25 from Christiano Anderson

Melhorias no DoJo Toolkit

Dojo é uma biblioteca JavaScript que auxilia no desenvolvimento de sites que utilizam Ajax. A biblioteca oferece vários recursos interessantes, como grid (espécie de planilha), recursos assíncronos, entre outros.

A versão 0.9 foi lançada a poucos dias e possui uma melhoria significativa em sua grid, onde é possível montar planilhas bem maiores no browser do usuário e consumindo muito menos recurso de processamento. O código foi bastante enxugado e suas funções otimizadas. Quem trabalha com desenvolvimento de sites dinâmicos, é sempre bom conhecer essas bibliotecas para ganhar tempo.  Referência.

Syndicated 2007-09-18 11:13:55 from Christiano Anderson

Xubuntu

Hoje testei o Xubuntu em uma máquina com pouca memória RAM. O sistema se comportou muito bem, não é tão pesado quanto o Gnome, mas também não peca em recursos. Bastante eficiente e intuitivo para um usuário leigo.

Eu sou um usuário antigo do WindowMaker, trabalhei nesse ambiente durante vários anos até depois conhecer e ficar no Gnome até hoje. Brincando um pouco no XFCE pude notar recursos bem interessantes, desejável de qualquer desktop mais amigável. Penso até que poderia substituir minha atual estação de trabalho por algo mais leve e baseado em GTK.

Syndicated 2007-09-18 01:09:28 from Christiano Anderson

Experiências com Gnash no PowerPC

Estou com um notebook Apple PowerPC G4, meio antiguinho, mas está me ajudando em algumas tarefas. O método que usei para fazer sua instalação foi bastante diferente, pois o notebook está com o driver de CD-ROM quebrado e sua interface de rede não está funcionando corretamente. O jeito foi instalar via wireless (mais detalhes aqui).

A primeira instalação foi com Debian e de um tempo para cá fiz algumas besteiras na máquina onde a instalação ficou um pouco ruim. Resolvi reinstalar usando Ubuntu 7.04 dessa vez. Embora no site do Ubuntu não tenha a opção de download do ISO para PowerPC, existe os pacotes compilados para essa arquitetura. As imagens para instalação do Feisty para PowerPC podem ser encontradas aqui.

Gnash

Depois de instalado o Ubuntu via netboot, fui dar os ajustes finais no sistema para ficar do jeito que gosto. Resolvi experimentar o Gnash, que nada mais é que uma alternativa livre ao Macromedia Flash Player (agora pertence à Adobe). A versão que vem no Feisty é 0.7.2, já um pouco defasada em recursos, perante a última versão disponível no site do Gnash. Mas é possível via sources.list habilitar o repositório de Backports e utiliza e ter acesso aos pacotes da versão 0.8.0 que tem suporte até a vídeos do Youtube. Lembrando que a Adobe só disponibiliza a versão de Flash para GNU/Linux em arquitetura x86, então se você utiliza outra arquitetura, o Gnash pode ser uma excelente alternativa, principalmente pelo fato de ser livre.

Lá fui eu habilitar o repositório de Backports do Ubuntu. Fiz a instalação, conforme abaixo:

sudo aptitude install mozilla-plugin-gnash

e logo em seguida estava com o plugin instalado e suas respectivas dependências. Fechei o Firefox e abri novamente para reconhecer o novo plugin e fiz alguns testes entrando em sites que possuem flash. O resultado foi satisfatório, embora ainda tem muito o que melhorar. Seu consumo de memória ainda é alto e o Firefox dá uma pequena travada ao acessar o Youtube. Os vídeos não ficam com uma qualidade perfeita, dá uns pulinhos, mas também é melhor que nada.

Em outros sites onde tem apenas alguns componentes flash, não tive problema algum. Foi possível navegar perfeitamente entre eles.

Resumindo: É uma ótima alternativa livre aos plugins proprietários, principalmente para quem utiliza GNU/Linux em uma arquitetura diferente da x86, como no meu caso que tenho um PowerPC e um AMD64. Ainda tem muito o que melhorar, mas acredito que o projeto vai atingir o nível de excelência em pouco tempo.

Syndicated 2007-09-16 19:31:46 from Christiano Anderson

100 older entries...

New Advogato Features

New HTML Parser: The long-awaited libxml2 based HTML parser code is live. It needs further work but already handles most markup better than the original parser.

Keep up with the latest Advogato features by reading the Advogato status blog.

If you're a C programmer with some spare time, take a look at the mod_virgule project page and help us with one of the tasks on the ToDo list!